Notícias

Entidades se unem em prol da cafeicultura


Cooperativas, federações, prefeituras, autoridades e demais instituições estão cada vez mais unidas em prol de um único objetivo: garantir a sustentabilidade da cafeicultura. A forte queda no preço do café tem preocupado não só o setor do agronegócio, mas a economia em geral, pois a cafeicultura é responsável por grande parte do desenvolvimento econômico e social do país, sobretudo das regiões de atuação da Coocafé.

As ações para reverter esse quadro têm sido intensificadas. Diversas reuniões, elaboração de documentos, estudos e reivindicações ocorreram com grande frequência nas últimas semanas. A Coocafé, como uma cooperativa representante de uma região dependente da cafeicultura, vem participando desse movimento.

foto

Os resultados começam a surgir. Recentemente, o ministro anunciou a renegociação de dívidas de produtores de café. Porém, as lideranças do setor mantêm outras reivindicações. O diretor presidente da Coocafé, Fernando Cerqueira, tem participado de debates sobre esta situação e ajudado nas reivindicações.

No último dia 02/12, por exemplo, ocorreu uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), para tratar desse assunto. Além do presidente da Coocafé, deputados, representantes de sindicatos e de outras cooperativas se fizeram presentes. Na ocasião, Fernando Cerqueira admitiu que a prorrogação do prazo da dívida é importante, mas não resolve o problema. Ele defendeu uma atenção especial às regiões produtoras montanhosas e sugeriu a formação de um grupo de estudos, junto com a Universidade Federal de Viçosa, visando melhorar a qualidade da cafeicultura de montanha. Foi deliberado nesta reunião também, que os Parlamentares da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e os cafeicultores do Estado vão solicitar uma audiência com a presidente da República, Dilma Rousseff, pois estão preocupados principalmente com o Pacto do Café, documento formulado por entidades do setor, divulgado mês passado. A conclusão parcial é que o cafeicultor tem sido prejudicado, tendo que vender sua saca de café com o valor abaixo dos custos de produção. Porém, com força da união de todos será possível superar esse momento e reverter esse quadro.

Voltar Imprimir

Como ser sócio?

Clique no botão ao lado e veja como é fácil tornar-se um sócio da Coocafé

Newsletter