Notícias

Derriçadeira manual é uma opção econômica para a colheita do café


O período da safra é reconhecido como uma das épocas de maior movimentação nas propriedades rurais. Devido à pandemia do Coronavírus, as aglomerações devem ser evitadas. Mas como realizar a colheita dessa super safra em tempo hábil? Uma das soluções é a utilização da derriçadeira manual ou mãozinha, como também é popularmente conhecida.

Uma derriçadeira em funcionamento equivale a duas ou três pessoas realizando o processo manualmente. Seu funcionamento, vibrando os galhos da árvore, faz com que a maioria dos grãos sejam colhidos com eficiência. Sendo assim, o produtor que optar por esse maquinário, além de economizar em mão de obra, contribuirá para a qualidade do café, visto que a utilização é recomendada quando a lavoura estiver com 15% ou menos de grãos verdes, desta forma agregará valor ao produto final e estará contribuindo de forma segura com a prevenção da disseminação do vírus COVID-19.

Não descartam-se as contratações de mão de obra humana, mas é necessário que os proprietários distribuam os trabalhadores em distâncias maiores para que dessa forma os grãos possam ser colhidos, mas prezando sempre pela saúde e segurança do apanhador de café.

A Assessoria de Comunicação da Coocafé conversou sobre o tema acima com o cooperado Maciel Silva, e com o Consultor Técnico da cooperativa, Márcio Roberto. Durante a entrevista, o associado falou sobre os preparativos para a colheita e destacou sua satisfação em receber os produtos no conforto de sua casa. Ele é um dos que aderiram a Campanha Coopere de Casa Coocafé. E Márcio pontuou os benefícios da derriçadeira e como seu cooperado tem trabalhado com o maquinário. Confira a entrevista completa.

Voltar Imprimir

Como ser sócio?

Clique no botão ao lado e veja como é fácil tornar-se um sócio da Coocafé

Newsletter