Notícias

Cuidados ao armazenar agrotóxico na propriedade rural


O papel da cooperativa é educar e conscientizar o cooperado quanto ao uso correto de agrotóxicos, bem como o armazenamento e a devolução das embalagens vazias. Com o objetivo de adequar à legislação, diminuir os riscos de acidentes e garantir a sustentabilidade ambiental, a Coocafé vem trabalhando constantemente na prevenção e adequação dos locais utilizados pelos cooperados. Através das consultorias técnicas todas as orientações são compartilhadas.

A norma ABNT 9843, com alterações em 2013, reforça os cuidados de segurança ao investir na construção do depósito. Dentre os requisitos, ressaltam:

  • Ser exclusivo para produtos agrotóxicos e afins;
  • Ter altura que possibilite a ventilação e iluminação;
  • Proteção que não permita o acesso de animais;
  • Ser construído em alvenaria e/ou material que não propicie a propagação de chamas;
  • Ter piso que facilite a limpeza e não permite infiltração;
  • Possuir instalações elétricas, quando existentes, em bom estado de conservação para evitar acidentes;
  • Ser possível, no caso de armazenamento de agrotóxicos e afins em quantidade até 100 litros ou 100 kgs admite-se o uso de armários exclusivo e trancado, de material que não propicie a propagação de chamas, abrigado fora de residências, alojamentos para pessoas ou animais, escritórios, ambientes que contenham alimentos e rações;
  • Os produtos devem manter uma distância mínima de 0,10 m das paredes.
  • Utilizar equipamento de proteção individual (EPI) apropriado;
  • Seguir as informações de manuseio com base no rótulo e bula do produto;
  • Possuir, afixada no deposito, placa de sinalização com os dizeres “cuidado agrotóxico”;
  • Ter acesso restrito aos trabalhadores devidamente orientados a manusear e manipular os agrotóxicos e afins;
  • Recolher os resíduos com material absorvente como serragem, areia ou similares, e comunicar ao fabricante em caso de vazamento ou derreamento de agrotóxicos e afins;
  • Identificar produtos vencidos ou embalagens com sobras de produtos e guarda-los no mesmo deposito até serem recolhidos pelo fabricante;
  • Fechar e lacrar as embalagens com as tampas voltadas para cima, seguindo as demais orientações de acondicionamento e manuseio do fabricante, de acordo com ABNT NBR 7500;
  • Armazenar as embalagens com as identificações ou rótulos, à vista;
  • Armazenar as embalagens vazias de agrotóxicos e afins, laváveis e não laváveis no mesmo deposito desde que segregadas das demais embalagens e em acordo com as orientações do fabricante;

Respeitando as orientações, os cooperados trabalham alinhados às certificações, à qualidade de vida e de acordo com os deveres legais.

Para mais informações, procure a unidade da Coocafé.

 

Voltar Imprimir

Como ser sócio?

Clique no botão ao lado e veja como é fácil tornar-se um sócio da Coocafé

Newsletter