Notícias

Projeto Escola no Campo 2017 encerra mais um ciclo com grande participação dos alunos


 “A melhor forma de prever o futuro é criá-lo”. (Alan Kay) 

E por que não criar um futuro sustentável? Esse foi um dos temas abordados na 17ª edição do Projeto Escola no Campo. Desenvolvido pela Coocafé em parceria com a Syngenta e apoio da Fundação Abrinq, o projeto já se tornou parte da grade curricular de muitas escolas de nossa região. Desde 2001 vem alcançando crianças para desenvolver em nossa região cidadãos que se preocupam em cuidar do meio ambiente de forma sustentável.

Cerca de 1800 alunos de mais de 50 escolas foram inscritos nesta edição e estudaram por três meses a cartilha que engloba assuntos como cuidados com o meio ambiente, uso correto de agrotóxicos e EPI (Equipamento de Proteção Individual). Para encerrar esse ciclo, todos os participantes foram convidados para a cerimônia que premia os três melhores desenhos e frases.

E no dia 10/11, centenas de pessoas dentre elas alunos, professores, diretores e secretários das escolas prestigiaram o evento que ocorreu no Armazém Coocafé Areado, em Lajinha/MG. O evento teve início com uma oração feita pela aluna da Escola Municipal Comendador Leite, Marianna Tavares. Além das premiações para os trabalhos enviados, os alunos participaram de uma gincana onde os dois melhores em cada brincadeira levaram para a escola um troféu. A Analista Ambiental da Coocafé, Cintia Matos, animou a criançada e conduziu as mesmas em todas as brincadeiras. Dentre elas, uma que se destacou foi a do Grito de Gerra onde os alunos e professores criaram assim que chegaram ao local do evento, com as seguintes regras: nome da Coocafé, o nome da escola e algo que eles aprenderam durante o projeto. E o troféu de primeiro lugar foi para a Escola Estadual Hermínia Ribeiro de Souza do Distrito do Prata (Lajinha/MG) com a letra “Uhu aha, a Hermínia está aqui e nós viemos pra ganhar. Junto com a Coocafé aprendemos a cuidar do meio ambiente e a água não desperdiçar.”

Na sequência os conselheiros administrativos e fiscais da Coocafé e os diretores foram convidados a subirem ao palco para a entrega dos prêmios. O Diretor Presidente Fernando Cerqueira, destacou a importância do projeto para nossa região e também da participação das escolas como principal parceira para que ele aconteça. E para acabar com a ansiedade que tomava conta do espaço, Fernando anunciou então os vencedores começando pelo terceiro lugar para a aluna Maria Eduarda de Oliveira Tanes da Escola Municipal Fernando Maurílio Lopes (Reduto/MG), o segundo lugar ficou com o aluno da Escola Municipal Antenor Condé, João Vitor Dias (Durandé/MG) e em primeiro lugar o aluno Dener Filipi dos Reis Romualdo da Escola Municipal Comendador Leite (Lajinha/MG) com a frase “A sustentabilidade é a abertura para o futuro, caso fecharmos não existirá futuro.”. Após as premiações os alunos foram convidados a se deliciarem de um lanche e como nos anos anteriores todos os participantes ganham uma caneca economizando assim o uso de copos descartáveis contribuindo com o meio ambiente.

Voltar Imprimir

Como ser sócio?

Clique no botão ao lado e veja como é fácil tornar-se um sócio da Coocafé

Newsletter