Notícias

Campanha contra a Febre Aftosa - Novembro inicia uma nova etapa


Durante todo o mês de novembro a maior parte dos estados brasileiros vão iniciar a segunda etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa. Desta vez, serão imunizados os animais de até 24 meses de idade. Apenas o Acre, Espírito Santo, Paraná e parte de Roraima (reservas indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos) vacinarão todo o rebanho (jovens e adultos).

O Brasil é considerado livre da aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O estado de Santa Catarina, que não vacina o rebanho desde 2000, é reconhecido, desde 2007, como área livre da doença sem vacinação.

Vamos aproveitar o manejo realizar também a vacinação contra raiva e a vermifugação  de todo rebanho, pois estamos no período de transição entre secas e águas onde há grande chance de manifestação de parasitas internos e externos que causam inúmeros prejuízos.

A partir de 2019 a vacina contra febre aftosa terá sua dose reduzida de 5ml para 2 ml por animal, facilitando o manejo e diminuindo os abcessos subcutâneos causados pela vacina.

Cuidados com a vacinação

•             Compre as vacinas somente em lojas registradas.

•             Verifique se as vacinas estão na temperatura correta: entre 2° e 8°C.

•             Para transportá-las, use uma caixa térmica, coloque três partes de gelo para uma de vacina e lacre.

•             Mantenha a vacina no gelo até o momento da aplicação;

•             Escolha a hora mais fresca do dia e reúna o gado. Mas lembre-se: só vacine bovinos e búfalos;

•             Durante a vacinação, mantenha a seringa e as vacinas na caixa térmica e use agulhas novas, adequadas e limpas. A higiene e a limpeza são fundamentais para um bom resultado;

•             Agite o frasco antes de usar e aplique a dosagem certa em todos os animais: 5 ml. O lugar correto de aplicação é a tábua do pescoço, podendo ser no músculo ou embaixo da pele. Aplique com calma, para evitar a formação de caroço no local da vacina;

•             Siga as recomendações de limpeza, utilize a agulha certa, desinfetada e trocada com frequência;

•             Não se esqueça de preencher a declaração de vacinação e entregá-la no serviço veterinário oficial do seu estado junto com a nota fiscal de compra das vacinas.

Procure uma das unidades comerciais da Coocafé  e adquira as vacinas dentro das normas exigidas, com nota fiscal para apresentar ao órgão responsável de seu município.

 

Voltar Imprimir

Como ser sócio?

Clique no botão ao lado e veja como é fácil tornar-se um sócio da Coocafé

Newsletter